terça-feira, 27 de junho de 2017

ESPERANÇA

ESPERANÇA - Na Escritura, esperança não é usada da mesma maneira que é no idioma comum – a linguagem de hoje. Usamos a palavra em nossos dias para se referir a algo que gostaríamos de ver acontecer, mas não temos garantia de que isso aconteça. Na Bíblia, a esperança é uma certeza adiada; Ela tem expectativa conectada com segurança.
Em Romanos 5:2, Paulo fala da "esperança da glória de Deus", que tem a ver com a futura glorificação do crente na vinda do Senhor (o Arrebatamento). É algo que o crente espera com certeza. Isso definitivamente acontecerá – apenas não sabemos quando. Este fim glorioso de estar com Cristo e de ser como Cristo é a esperança do Cristão. Quando primeiro cremos no evangelho e recebemos o Senhor Jesus Cristo como nosso Salvador, fomos colocados na esperança de nossa final glorificação. Paulo se refere a isto em Romanos 8:24, afirmando que "em esperança somos salvos".  Isso significa que quando inicialmente cremos em Cristo como nosso Salvador, foi em vista de termos este último aspecto da redenção. Assim, quando fomos "salvos", foi "em esperança" da realidade completa e final que está vindo.

Conhecendo o glorioso futuro que nos espera, somos sustentados no caminho, porque o que esperamos é firme e seguro. Em esperança fomos salvos, e em seu poder vivemos. Isso nos dá "paciência" para esperá-lo (Romanos 8:25). Foi dito que a e a esperança são bons companheiros de viagem para o cristão em seu caminho pelo deserto neste mundo, e isso é verdade. Mas na vinda do Senhor (Arrebatamento), nos separaremos desses companheiros e entraremos no céu com o Senhor, onde o amor permanecerá exclusivo. Não precisaremos de fé e esperamos lá.