terça-feira, 15 de agosto de 2017

ÚLTIMOS DIAS, OS

ÚLTIMOS DIAS, OS – Esta expressão é usada no Novo Testamento para descrever dois tratamentos completamente diferentes de Deus para com os homens. Estudantes da Bíblia que não compreendem os caminhos dispensacionais de Deus com Israel e a Igreja estarão em um dilema quando forem interpretar o significado de "os últimos dias". Por exemplo, as Escrituras indicam que Deus visitou Seu povo terrenal Israel nos "últimos dias" na Pessoa de Seu Filho (Heb 1:2), e nesses "últimos tempos" Cristo morreu e ressuscitou dentre os mortos (1 Pedro 1:20-21). A Escritura também indica que Israel será atacado pelo Rei do Norte (Dan 8:19, 23; 11:40-43) e será restaurado e trazido a um relacionamento com o Senhor nos "últimos dias" (Dan. 12:1-4; Isaías 2:2-4; Miquéias 4:1-2). Algumas dessas coisas aconteceram há 2.000 anos e algumas delas ainda estão por acontecer. A pergunta óbvia é: "Como essas coisas podem acontecer  todas nos últimos dias?"
As pessoas apresentaram todos os tipos de ideias na tentativa de explicar isso. No entanto, quando entendemos que o chamado da Igreja pelo evangelho é uma coisa interposta, algo entre parênteses nos caminhos de Deus com Israel, o problema é resolvido. Retirando o tempo da jornada da Igreja na Terra fora da questão (que tem quase 2.000 anos), vemos que os tratos de Deus com Israel vão direto do tempo da morte e ressurreição do Senhor até a 70ª semana de Daniel (Dan. 9:27), que são os últimos sete anos de sua história antes de Cristo aparecer e restaurar Israel e estabelecer Seu reino milenial. Nesse sentido, a morte de Cristo e os eventos proféticos relativos ao ataque a Israel e a restauração final da nação são realmente todos nos últimos dias de Israel.

Entre a morte de Cristo e a restauração de Israel (o intervalo atual), Deus tem dirigido Sua atenção para chamar a Igreja pelo evangelho de Sua graça (Atos 15:14). A Igreja permanecerá na Terra numa posição de testemunho até que o Senhor venha levá-la para casa no céu no arrebatamento. Ela também tem seus "últimos dias" de testemunho na Terra. Os apóstolos Paulo, Pedro e João, e Judas, o irmão do Senhor, todos falam disso (1 Timóteo 4:1; 2 Timóteo 3:1; 2 Pedro 3:3; 1 João 2:18; Judas 18). Estamos nestes últimos dias agora, mas não estamos no tempo dos últimos dias de Israel. Estas duas relações distintas de Deus que não devem ser confundidas.